Sindicato Nacional dos Docentes

23/05/2018

Moção de solidariedade e apoio à Servidora Técnico-
Administrativa da Universidade Federal de Santa Catarina
Juliane de Oliveira

A Diretoria da Seção Sindical do ANDES-SN na Universidade Federal de Santa Catarina,
reunida no dia 23 de maio de 2018, reuniu informações sobre a situação em que se encontra a
Servidora Técnico-Administrativa em Educação Juliane Oliveira, que não obteve aprovação em
estágio probatório e cujo processo aguarda despacho do Reitor, que deve ser emitido ainda
esta semana, conforme ele próprio informou em reunião com representantes do SINTUFSC,
realizada no dia 21 de maio de 2018, que reivindicavam solução para o caso.

O processo de avaliação do estágio probatório da mencionada servidora assume caráter
persecutório, com ilegalidades evidentes, pois não foi assegurado o direito de ampla defesa,
ao contraditório e há carências de provas. Logo no seu primeiro ano na UFSC, a servidora teve
sua condição de lactante negligenciada, ao ser obrigada a desenvolver suas atividades em
ambiente de trabalho insalubre, o que não foi reconhecido pela administração da UFSC. As
ilegalidades processuais e as decorrentes injustiças também não foram, até o momento,
reconhecidas pela administração, o que revela traços de desumanização na gestão de pessoas
na UFSC.

Mas a situação pode e precisa ser corrigida e a Diretoria da Seção Sindical do ANDES-SN
na UFSC soma-se ao SINTUFSC e a todas as entidades que clamam por justiça neste caso e
contra o abuso de poder.

Somos todos Juliana.

Florianópolis, 23 de maio de 2018

Diretoria da Seção Sindical do ANDES-SN na UFSC